Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Açougueiro mata a mulher a facadas em Manhumirim

acougueiro-mata-a-mulher-a-facadas-em-manhumirim

 

 

Sônia Aparecida Paulino de Souza, 49 anos, foi morta pelo companheiro, Mário Lúcio Calazan, 61, a golpes de faca, na noite desta quinta-feira, 18/04, no bairro do Izidoro, em Manhumirim.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos e chegando ao local, se depararam com a vítima Sônia Aparecida deitada no sofá e muito sangue espalhado pela sala.

Testemunhas informaram à PM que o companheiro de Sônia, o açougueiro Mário Lúcio Calazan, teria saído de casa numa bicicleta e estava com as roupas sujas de sangue e que o casal estava em processo de separação, sendo que Mário havia alugado uma outra casa no bairro Santa Rita. Nesta casa encontraram roupas sujas de sangue e marcas de sangue pela casa, dando a entender que ele, havia entrado em casa, trocado de roupas e saído novamente.

Rastreamento
Com base nas informações repassadas via rede de rádio, as viaturas do turno iniciaram o rastreamento no intuito de localizar o autor do homicídio. Cerca de duas horas depois do ocorrido, Mário Lúcio foi preso próximo à rodoviária de Manhumirim.

Ele foi conduzido ao Hospital Padre Júlio Maria, por causa de diversos ferimento pelo corpo e, após atendimento, encaminhado à delegacia de Manhuaçu.

Mário contou aos policiais que mantinha um relacionamento conjugal com Sônia há mais de 15 anos e sempre foi marcado por brigas e discussões entre os dois e nesta noite durante mais um desentendimento, ela teria tentado agredi-lo, então ele pegou uma faca e a golpeou.

A Perícia técnica da Polícia Civil compareceu ao local e constatou cerca de seis perfurações no corpo da vítima, sendo na face, braços e mãos de Sônia.

Uma faca tipo açougueiro, com cerca de 15 cm de lâmina foi localizada sob o corpo da vítima e foi apreendida.

Mário Lúcio Calazan foi apresentado na Delegacia de Manhuaçu, onde foi preso em flagrante por feminicídio.

Jailton Pereira

Deixe seu comentário: